quinta-feira, 2 de junho de 2016

DIY: Jogo dia dos Namorados


READY? GO! Para começar bem o mês de junho, vou propor uma ideia para quem adora esbanjar criatividade na hora de dar presentes e está quebrando a cabeça pensando no que comprar para esse dia dos namorados. O tal do Tiago, que é citado com frequência aqui no blog, é meu namorado, nós já comemoramos uma boa meia dúzia de dia dos namorados juntos, e apesar de sermos bastante caseiros, gostamos também de encontrar coisas diferentes para fazermos e tentamos inovar nos presentes e passeios. Esse ano, para o nosso aniversário de namoro, resolvi criar um jogo com várias etapas que iria colocar em questão o quão bem nos conhecíamos e também gerar aquela leve competitividade dentro do relacionamento de um nível saudável, é claro (ou não).

Construir esse tipo de jogo é acessível, basta pegar algumas mecânicas básicas de jogos conhecidos e adaptar para o contexto, o importante é estabelecer regras, por mais simples que sejam, e distribuir a quantidade de pontos para cada etapa. Vou explicar ao longo do post os materiais que foram utilizados e como funciona cada fase, um mini DIY, por assim dizer, para você usar de inspiração e fazer o seu próprio jogo para se divertir com seu player 2.


5 em 5

Inicie com 5 perguntas pessoais, que podem ser a respeito dos seus sonhos e vontades, histórias engraçadas da sua infância, curiosidades da sua adolescência ou qualquer outra coisa. Essa etapa é só um aquecimento, mas tente pensar em perguntas mais complexas do que "qual minha cor favorita", porque essas serão feitas em outro momento mais adiante. Peça para que a outra pessoa prepare 5 perguntas também, nesse caso, para você responder, e conte 1 ponto a cada resposta correta.

sexta-feira, 27 de maio de 2016

Guia Prático de como ser Geek


Dia 25 de maio é comemorado o Dia do Orgulho Nerd, também conhecido como o Dia da Toalha pelos fãs da saga "O Guia do Mochileiro das Galáxias", em outras palavras, maio é o mês de abraçar suas esquisitices peculiaridades e comemorar o lugar de importância que a cultura nerd/geek tem ocupado nos últimos anos.

Com toda essa popularidade, é normal  que essa "nova espécie" de seres humanos seja alvo de comentários e chacotas, e que tenha despertado a atenção das mais variadas indústrias, como cinematográficas, têxteis e até mesmo alimentícias. As pessoas estão começando a se questionar da onde surgiu esse novo grupo, "o que comem?", "onde habitam?" e "por que a cada dois meses tem um novo filme de super-herói no cinema?" também são dúvidas bastante frequentes. Com o intuito de facilitar a sua vida, esse texto vai reunir dicas que vão ajudar você, caro leitor, a identificar esses seres na natureza selvagem do cotidiano, a aprender suas crenças e costumes - em caso de querer adotá-los -, ou então, vai servir para reforçar o quanto você já faz parte dessa linhagem. A seguir, um guia prático de como ser geek.


Manjar dos paranauês
Seja um expert nos assuntos do seu interesse. Escolha o tipo específico de geek que você quer ser, selecionando as áreas de conhecimento que pretende manjar: ficção científica, fantasia, super-heróis, livros, jogos, mangá. Após ter eleito um ou mais tópicos, especialize-se no assunto, saiba como fazer do sinal de Vida Longa e Próspera à recitar o nome dos 12 atores que atuaram como Doctor (Who) de acordo com a temática escolhida. Aumente sua XP por meio de eventos, trivias e discussões acaloradas com seus amigos.

segunda-feira, 23 de maio de 2016

TAG literária - #DesafioFãDeLivro


Fui marcada pela Maria Luisa do blog Plataforma Viajante, em uma TAG chamada #DesafioFãDeLivros, que traz diferentes tópicos a serem respondidos relacionando livros de acordo com seu gosto. Originalmente esse desafio era feito apenas através do Instagram, mas foi adaptado para a blogosfera, mesmo assim ilustrar o post com fotos é mais do que essencial. O ponto bacana dessas TAGs é ver as inúmeras respostas que saem das mesmas perguntas, e aproveitar para conhecer melhor os livros que cada pessoa indica.

Um livro que foi presente.
Não é um livro apenas, e sim, uma coleção inteirinha de livros lindos e coloridos de capa dura, é a coleção de clássicos de bolso de luxo da Zahar. Quem me deu foi o Tiago, depois de me ver babar por meses nesse box de clássicos da literatura - como Alice, O Mágico de Oz, Peter Pan e os Contos de Fadas por Grimm, Perrault e Andersen -, ele cedeu e resolveu comprar para mim de aniversário dois anos atrás. Além de maravilhoso e cheio de detalhes (ainda quero fazer um post só sobre ele!), a caixa brilha no escuro. <3 Já deu para perceber como sou puxa saco da editora Zahar aqui no blog, mas realmente é difícil não citá-la sempre que penso em um conteúdo bem feito.